4 dicas valiosas de produtividade para corretores de imóveis

Se a autonomia e a flexibilidade de horários são ótimos benefícios de atuar como um corretor de imóveis, essa liberdade também exige uma grande dose de organização. Os resultados financeiros ao final do mês, afinal, dependem diretamente da produtividade do profissional.

Para te ajudar a evitar a procrastinação, implementar hábitos construtivos e tirar o máximo de proveito do dia a dia para potencializar seus resultados, reunimos 4 dicas valiosas a seguir. Acompanhe!

O perfil do corretor de imóveis e as demandas do mercado

Antes de passarmos às dicas para aumentar sua produtividade, vale a pena destacar que as exigências do mercado em relação aos corretores de imóveis só têm aumentado – e é importante ficar alerta.

Há certo tempo, para ser um exímio profissional da área bastava ter habilidades de comunicação, contar com uma ampla carteira de imóveis e ter um conhecimento detalhado de cada unidade de imóvel.

Hoje, entretanto, um corretor de imóveis precisa agregar muito mais valor aos seus serviços para ter sucesso, dominando as novas tecnologias e captando a atenção dos clientes para além da realidade digital.

Vale acrescentar que o nível de exigência do mercado está em consonância com os próprios clientes, que por sua vez estão cada vez mais mais exigentes e autônomos para pesquisar e selecionar produtos e serviços.

As buscas via internet e a agilidade na comparação de diferentes opções do mercado tem um papel definitivo para esse verdadeiro “empoderamento” do cliente.

Nesse contexto, conseguir otimizar a rotina de trabalho, adotar novas tecnologias e aumentar o controle sobre o fluxo de trabalho são atitudes extremamente importantes para que os corretores de imóveis se destaquem atualmente.

4 dicas-chave de produtividade para corretores de imóveis

1. Planeje bem suas atividades

Essa é uma dica básica que faz toda a diferença para ganhar produtividade na prática: é importante que você planeje e registre, em detalhes, todas as suas atividades diárias. Faz parte do escopo do corretor formular ações de marketing, abordagens de aproximação do cliente e estratégias de vendas, além de programar reuniões e vistorias com o cliente.

Todos os dias, com a ajuda de um aplicativo de notas e organização (como o Evernote ou o Google Agenda, por exemplo), uma agenda ou qualquer outro método da sua preferência, liste suas tarefas – incluindo contatos que pretende fazer, compromissos e demais ações.

Depois, organize-as por ordem de prioridade e busque definir um tempo máximo de execução para cada tarefa. No fim do dia, lembre-se de avaliar quais tarefas foram concluídas e quais precisam de novas ações ou etapas para conclusão.

Esse cuidado (simples, mas fundamental), evita que o corretor perca algum prazo ou compromisso importante para o andamento das suas negociações e organize melhor seu tempo, trabalhando sempre com base nas suas prioridades.

2. Pesquise e adote aplicativos e sistemas que otimizem sua rotina

Hoje, com tantas opções de ferramentas para ajudar na organização da rotina e na produtividade, não utilizar a tecnologia como aliada é um verdadeiro desperdício.

Os já mencionados Evernote e Google Agenda são uma boa alternativa para fazer anotações rápidas e organizar seus compromissos (com lembretes), respectivamente. O Trello também funciona como um dashboard de tarefas e informações bastante prático e interessante.  

Além disso, há softwares e aplicativos especializados na rotina imobiliária. Além de sistemas ERPs mais robustos (adotados pela gestão da imobiliária e que, em consequência, facilitam a vida dos corretores), você pode contar com aplicativos simples e inteligentes como o Imobiliária21 Vistoria, que permite reduzir o tempo médio de vistoria de 2 horas para 15 minutos, além de ser adaptável a todos os tipos de inspeção.

Clique aqui para conhecer as vantagens do Imobiliária21 Vistoria!

3. Tenha listas de documentação preparadas

Você, mais do que ninguém, sabe como o trabalho do corretor de imóveis pode ser burocrático. O processo de locação e venda de imóveis exige conformidade legal e a reunião dos documentos necessários.

Nesse sentido, uma das ações mais urgentes para otimizar seu tempo é ter listas prontas de documentações, o que vai facilitar (e muito) seu trabalho durante os trâmites legais do processo.

4. Estabeleça processos a partir da sua rotina

Outra dica de ouro para a produtividade de corretores é identificar todas as suas tarefas de rotina (como fazer vistorias e orientar clientes sobre trâmites comuns da imobiliária e documentações necessárias) e transformá-las em processos sistematizados.

Se cada etapa e pré-requisito dos processos estiverem documentados e devidamente sistematizados, as chances de uma execução mais ágil e eficiente (melhorando inclusive a experiência dos clientes) são bem maiores.

Dentre os fatores mais importantes para a credibilidade e o marketing pessoal do corretor, afinal de contas, está a demonstração de controle sob a situação e a transmissão de segurança para o cliente.

Depois das nossas dicas, que avaliação você faz da sua produtividade como corretor de imóveis? Como vimos, organização, métodos para fundamentar processos e o apoio de tecnologia especializada são aliados imprescindíveis para otimizar a rotina do dia a dia e fazer muito mais em menos tempo!

Agora que você já conferiu este conteúdo, leia também nossas dicas para otimizar (e ter sucesso!) na sua vistoria de imóveis!

× Como posso te ajudar?