Entenda a importância de revisar os contratos de manutenção predial

Considerando os vários fatores que influenciam na preservação das edificações, a manutenção predial deve ser uma preocupação central das administradoras de condomínios. Processo de envelhecimento natural da estrutura, deterioração por acidentes, conservação de equipamentos e áreas comuns: esses são apenas alguns exemplos de variáveis que ressaltam a importância de uma manutenção periódica nas dependências do condomínio.

O recomendado, nesse sentido, é que o serviço seja realizado por empresas de confiança e especializadas em manutenção predial, visando garantir a qualidade dos reparos (preventivos e corretivos) e o pleno funcionamento do edifício a longo prazo.

A seguir, saiba mais sobre a importância de revisar os contratos desse tipo de terceirização tão indispensável na gestão de condomínios!

Por que é importante firmar contratos de manutenção predial?

Antes de analisar a importância da revisão de contratos de manutenção, é interessante abordar o papel fundamental dos contratos que formalizam esse tipo de prestação de serviços.

Vale a pena reforçar que manter a manutenção em dia (e cuidar da parte legal de todo processo) é responsabilidade do síndico ou administradora, que podem inclusive responder civil e criminalmente se houver prejuízos ou acidentes que ocorram devido à omissão ou negligência nesse sentido.

Lembramos que a manutenção predial consiste no conjunto de atividades a serem realizadas ao longo de toda a vida edificação, visando recuperar ou conservar sua capacidade funcional e atender às necessidades e à segurança de moradores e funcionários.

Serviços dessa natureza são indispensáveis e devem ser contínuos. As principais assistências contratadas e incluídas em contratos de manutenção incluem:

  • Manutenção de elevadores;
  • Limpeza;
  • Manutenção de antenas coletivas;
  • Verificação periódica de iluminação;
  • Zeladoria;
  • Jardinagem;
  • Manutenção elétrica geral.

A contratação e avaliação técnica de todos esses recursos do condomínio exigem o apoio de empresas especializadas e qualificadas. Após a contratação, a etapa da redação e fechamento do contrato é imprescindível, porque garante a segurança jurídica na relação entre administradora, funcionários e empresas terceirizadas.

O ideal, inclusive, é que os administradores contem com uma boa assistência jurídica na redação do contrato, visando assegurar a validade legal do mesmo. Esse documento, afinal de contas, abrange uma série de informações fundamentais, tais como valores, forma de pagamento, tempo de vigência, especificação do serviço oferecido e medidas a serem cumpridas pela empresa contratada.

O contrato é um acordo formal – só oficialize o que realmente pode ser cumprido!

Afinal, qual é a importância de fazer a revisão desses contratos?

Além da redação e da formalização de bons acordos de manutenção predial, uma gestão contratual eficaz também demanda uma revisão constante dos contratos já firmados.

Essa rotina já uma realidade na sua gestão?

É importante ter em mente que, em muitas das vezes, a administradora firma contratos de manutenção predial mais caros e mais complexos do que realmente necessita.

Outra situação comum é identificar que o condomínio está “preso” a parcerias antigas e pouco compensatórias, que já não correspondem ao atual cenário de mercado ou à realidade condominial.

A revisão de contratos de manutenção predial, nesse sentido, é fundamental para encontrar aspectos contratuais que podem ser alterados, além de permitir que a administradora se mantenha a par de datas-chave para a gestão.

Sem a devida análise e revisão de contratos, a administração corre o risco de ignorar detalhes importantes como os termos para renovação automática de serviços (que são uma prática comum de empresas terceirizadas para prolongar o contrato).

Ao deixar passar essa análise, o gestor pode corroborar acidentalmente com ajustes de valores a índices defasados, por exemplo. Essa pequena falta de atenção, por sua vez, pode comprometer todo o orçamento do condomínio durante um longo período.

Por outro lado, a realização adequada de revisão permite ter um conhecimento prévio de eventuais datas de renovação de serviços, o que abre espaço para cancelar o contrato com antecedência ou negociar condições melhores em tempo hábil.

Um outro grande benefício da revisão contratual é a possibilidade de mensurar a qualidade do serviço oferecido pelas empresas contratadas. Pergunte-se: o padrão de eficácia combinado em contrato (e expresso nos termos de compromisso) tem sido cumprido?

Se não, trata-se de uma ótima oportunidade para exigir um serviço de excelência – e com o apoio do respaldo jurídico!

E então, o que achou das informações? Você já conhecia a importância da revisão dos contratos de manutenção predial? Continue a acompanhar nosso blog para mais conteúdo relevante e clique aqui para conhecer nossas soluções em gestão de condomínios!

Leia mais:

Como um plano de manutenção preventiva pode reduzir gastos no condomínio?

eSocial 2018: orientações básicas para a adaptação de condomínios

×

Hello!

Click one of our representatives below to chat on WhatsApp or send us an email to operacoes@groupsoftware.com.br

× Como posso te ajudar?
gestao-imobiliariaomnichannel