Conheça 7 livros indispensáveis para a gestão de condomínios

Os livros de gestão podem auxiliar e muito a desenvolver não somente as habilidades de administrador, mas também adquirir novas competências que atendam ao cenário atual dos negócios.

Em qualquer ramo de trabalho, é de bom tom que os colaboradores envolvidos estejam sempre atualizados com as melhores práticas, tecnologias e processos. Entretanto, para que a equipe esteja focada e proativa para iniciar seus próprios estudos, é importante que a liderança também busque fontes de conhecimento.

Deseja saber as melhores dicas de livros de gestão para a administração de condomínios? Confira a seguir nossas indicações. Boa leitura!

1. Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes — Stephen R. Covey

Para quem está iniciando os trabalhos com processos administrativos, é altamente recomendável desenvolver hábitos e habilidades que deem eficácia ao trabalho executado. Por isso, nossas dicas de livros de gestão começam com esta indicação.

Contudo, ser uma pessoa altamente eficiente não tem ligação somente com o trabalho. A vida moderna nos dá muitos benefícios, mas toma nosso tempo como pagamento. Com isso, passamos horas no trânsito, no telefone, em reuniões… no fim, quase nada é aproveitado com nossa família ou com atividades que nos dão prazer.

O autor de Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes, Stephen Covey, mostra como alguns hábitos podem aprimorar nossa vida, otimizando o tempo gasto nas tarefas e utilizando poucos recursos. A inspiração por trás disso é a intenção de organizar o mundo inteiro, diz o escritor.

Os 7 hábitos do título conceituam os princípios básicos da eficiência humana, sendo eles classificados como primordiais e que representam princípios que se baseiam no sucesso e na felicidade duradoura. A leitura vale muito a pena, ainda que você esteja focado apenas em uma atualização na carreira.

2. Como dizer? A arte de dar feedback — Eliana Pita

A comunicação, que é tão essencial para o desenvolvimento humano, consiste em duas etapas: expressar a mensagem e entender o que foi falado. Somente quando essas duas fases ocorrem com êxito é que podemos dizer que foi estabelecida uma comunicação.

Dito isso, você já deve imaginar como o livro da escritora Eliana Pita é importante. Com essa obra, a autora busca não somente falar sobre o feedback (“retorno”, em inglês, que significa fornecer informações em resposta a uma ação), mas também fornecer recursos para melhorar a comunicação entre gerações diferentes.

Vale destacar que a autora aborda o tema pensando na geração Millenial — aquela que nasceu depois dos anos 2000. No livro, Eliana discute como a denominada geração Y enxerga o feedback de maneira distinta das gerações anteriores.

Há um mito, segundo a autora, que encara o feedback como algo negativo — afinal, se há algo a ser dito, é porque precisa ser melhorado. Esse conceito já não deve mais ser aplicado nas empresas, pois a expectativa é que o presente e o futuro passem a ser cada vez mais dinâmicos e interativos, obtendo respostas dos colaboradores e clientes em tempo real.

As tecnologias são os meios que permitem isso, mas a comunicação faz parte de todo o processo como uma ferramenta essencial e impulsionadora. Portanto, mesmo que você já conheça a importância do feedback, vale a pena investir na leitura desse livro de gestão para aprimorar a comunicação no seu condomínio, facilitando a interação entre a administração e os condôminos.

3. Gestão de pessoas — Idalberto Chiavenato

Esse livro de gestão de pessoas é tão relevante que é leitura obrigatória no curso superior de Gestão de Recursos Humanos. O autor, Idalberto Chiavenato, já publicou sua 4ª edição e visa estabelecer a gestão de pessoas como um pilar fundamental para o sucesso de qualquer empresa.

Ao longo da obra, Chiavenato busca os desafios da administração moderna de RH, apresentando ao leitor as 6 funções do administrador de empresas:

  • Agregar;
  • Recompensar;
  • Desenvolver;
  • Monitorar;
  • Manter;
  • Aplicar.

Essas ações formam uma rede que é a base para gestão de qualquer equipe e empresa, assim como para a administração de condomínios. Fica a dica para conferir esse guia básico e aprofundar seus conhecimentos de gestor adquiridos ao longo dos anos.

4. Estou síndico. E agora? — Romeo Boettcher

O título brinca com a pergunta que muitos casais se fazem quando engravidam, traçando um paralelo com a responsabilidade de criar uma nova vida humana com as responsabilidades de um síndico ao administrar um condomínio.

Mesmo que não pareça, esse paralelo é correto. Administrar as unidades residenciais ou comerciais que pertencem ao patrimônio de outras pessoas é um ato de dedicação exclusiva — enquanto durar o cargo.

No livro, Romeo busca responder às mais variadas dúvidas, servindo como uma bússola eficiente para a função administrativa. O autor aborda desde temas básicos, tais como a boa convivência e a resolução de conflitos, até assuntos mais específicos, a exemplo das obrigações jurídicas e éticas da administração predial.

Vale a pena acrescentar que a leitura é proveitosa não somente para síndicos e administradoras. Os próprios condôminos também podem tirar ótimos conhecimentos desse livro de gestão, aprofundando sua compreensão sobre diversos processos do dia a dia do condomínio.

5. Ser síndico não é padecer no paraíso — Lino Araújo, Sergio Jafet e Gabriela Rocha

Trazendo no título mais uma associação com a criação de filhos, esse livro de gestão de pessoas e conflitos busca desmistificar a ideia de que o síndico só enfrenta problemas na liderança predial. Claro que há situações indesejadas e desconfortáveis, mas os autores prometem fornecer o conhecimento necessário para driblar os desafios.

Como no livro anterior, síndicos, administradores e condôminos são mais do que bem-vindos para fazerem a leitura dessa obra. O tópico principal é a convivência e as relações entre os vizinhos, indicando métodos de resolução de conflitos.

É importante destacar que a obra também conta com dúvidas respondidas por advogados e especialistas jurídicos, a fim de tratar das questões que, infelizmente, chegam ao tribunal porque já não podem mais ser resolvidas no diálogo.

6. Legislação do condomínio — Luiz Fernando de Queiroz e Olga Maria Krieger

A proposta desse livro de gestão é transcrever com coerência e praticidade as leis que regem a administração de condomínios no país. Em se tratando de legislação para condomínios, este é um ótimo livro de gestão para atualizar seus conhecimentos na área.

A quarta edição da obra é a mais recente. Além de estar atualizada com a legislação em vigor do Código de Processo Civil, o volume também acrescenta novas normas, tais como a individualização do consumo de água e a isenção de IR (Imposto de Renda) para condomínios.

7. Administrando condomínios: orientações básicas para síndicos, condôminos, advogados e administradores — Evelyn R. Gasparetto e Cristina M. Guidon

Como o próprio título sugere, este livro traz orientações básicas para síndicos, moradores, advogados e administradoras de condomínio.

Além disso, a obra busca fatos históricos do Brasil para embasar a necessidade de uma administração eficiente e completa para os condomínios, fazendo um paralelo com o êxodo rural dos anos de 1950 e o processo de industrialização das empresas.

Assim como os grandes negócios, os condomínios aglomeram pessoas e interesses de diferentes origens e objetivos. Por isso, essa comparação é o chamariz para a leitura da obra de Evelyn Gasparetto e Cristina Guidon.

A leitura de livros de gestão é fundamental para desempenhar de maneira eficiente as atividades da administração de condomínios. Seja para síndicos, administradoras ou moradores, os livros de gestão auxiliam na compreensão de processos e atuam como bons guias para uma administração harmoniosa e sem conflitos.

E então, o que achou da nossa lista? Você incluiria outra indicação de leitura? Deixe seu comentário e compartilhe com a gente!

×

Hello!

Click one of our representatives below to chat on WhatsApp or send us an email to operacoes@groupsoftware.com.br

× Como posso te ajudar?
treinamento-para-corretores-de-imoveisgestao-de-contratos