3 estratégias para otimizar a auditoria de lojas

Etapa fundamental para a saúde financeira de shopping centers, a auditoria de lojas é um importante ponto de apoio para decisões administrativas. A análise do desempenho dos lojistas é o que permite acesso a informações preciosas sobre a qualidade do atendimento, perfil e nível de satisfação dos clientes, por exemplo. No entanto, muitos empreendimentos falham em usar todo o potencial dessas informações.

Separamos três dicas para otimizar esse processo em shoppings. Confira!

Como otimizar a auditoria de lojas?

1. Invista na confiabilidade da informação

O primeiro passo para uma auditoria de lojas otimizada é direcionar uma atenção especial à redução de erros e fraudes. Isso porque esse tipo de dados, complexos e volumosos, podem se perder facilmente. Dependendo do sistema que o shopping adota, pode ser necessário passar manualmente as pesquisas para outros sistemas e relatórios. O resultado é a possibilidade de falhas no registro.

O mercado conta com opções capazes de automatizar essa etapa, o que comprovadamente pode trazer ganhos. A tecnologia de segurança da informação permite de armazenar seguramente os dados coletados. Além disso, é possível contar com alertas que indiquem caso a informação inserida não esteja em conformidade com as diretrizes estabelecidas. Por fim, é possível limitar o acesso e edição dos registros apenas a usuários autorizados.

2. Objetividade é chave

Os dados coletados em auditorias contém um potencial enorme, mas não valem de nada se não puderem ser transformados em informação palpável. É fundamental que outros setores, como o financeiro ou o jurídico, recebam os resultados da auditoria de forma aplicável, indicando quais são os pontos que devem ser ajustados. Converter um grande volume de registros em orientações práticas é, claro, uma tarefa que demanda tempo e esforço. No entanto, sem esse cuidado, o trabalho realizado pela auditoria acaba perdendo o propósito.

Por isso, outra importante otimização é transformar dados em informações visualizáveis e compreensíveis. Na prática, isso pode ser feito com a criação de gráficos, tabelas e relatórios objetivos que priorizem e organizem as informações mais relevantes.

3. Foco em business intelligence

Além de impactar nas decisões da rotina do shopping, como valor do aluguel ou tenant mix, as informações da auditoria também podem – e devem – ser transformadas em insights para decisões gerenciais a médio e longo prazo. Já comentamos, aqui no blog, sobre a importância de uma gestão data-driven em shopping centers. A experiência e o feeling do gestor são, sem dúvidas, fatores fundamentais para uma boa administração. No entanto, cada vez mais, o uso de indicadores e dados cruzados têm se tornado suporte fundamental para o sucesso de negócios em diversos mercados.

Quer saber mais sobre nosso software de gestão, o Group Shopping? Acesse nosso material técnico ou, se preferir, solicite contato de um de nossos consultores.

×

Hello!

Click one of our representatives below to chat on WhatsApp or send us an email to operacoes@groupsoftware.com.br

× Como posso te ajudar?
reduzir-atendimentos-presenciais-e-por-telefone-administradoraatrair-condominos-para-assembleia